Arquivo da tag: proteína

Levedo de cerveja: o que é e quais os benefícios para a saúde?

As leveduras são fungos que se desenvolvem na fermentação alcoólica. Elas são utilizadas há muitos anos em vários processos industriais alimentícios como fermento biológico, um deles é no processo da fermentação da cerveja. A palavra levedura tem origem no termo latim levare que significa “crescer” ou “fazer crescer”.

A levedura apresenta alto teor proteico, o que a torna uma boa opção de fonte de proteína para vegetarianos.  Ela é rico em vitaminas B1, B2, B6, ácido pantotênico, niacina, ácido fólico e biotina, também é rico em fibras, em minerais como selênio, cromo, fósforo, ferro, cálcio, potássio, magnésio e zinco. Por possuir essa gama de nutrientes, traz muitos benefícios a saúde e pode ser considerada um alimento funcional.

Este fungo pode auxiliar na redução do LDL (colesterol ruim) e, se associado a exercícios físicos também pode aumentar os níveis do colesterol bom (HDL). Por ser rico em cromo, nutriente que tem ação sobre a insulina no organismo, a levedura também ajuda no controle da diabetes ou até mesmo na prevenção desta doença crônica. Por conter antioxidantes, como o selênio, também ajuda no combate aos danos causados pelos radicais livres, além de fortalecer o sistema imunológico.

Rico em fibras, a levedura também promove um efeito laxativo, aumentando o volume e a viscosidade do bolo fecal. Por ter em maior quantidade fibras solúveis, ou seja, fibras que são solúveis em água, também há influência na atividade de enzimas digestivas, o que melhora a taxa de digestão e absorção dos nutrientes. Essas fibras também proporcionam um atraso no esvaziamento gástrico, promovendo o aumento da saciedade.

Além de todos estes benefícios a saúde que foram citados, o levedo também mantém os cabelos saudáveis, as unhas fortes e a pele limpa, ajudando a evitar acnes. Os sintomas da TPM também são aliviados, graças ao zinco e às vitaminas do complexo B. Enfim, o levedo também ajuda a converter o carboidrato em glicose para ser utilizado como fonte de energia pelo organismo.

Com tantos benefícios assim torna-se indiscutível o consumo do levedo de cerveja. Ele pode ser encontrado em flocos, pó ou em cápsulas, opção mais prática para quem tem um dia a dia mais corrido.

 

Laís S. Baduy

Alimentos Termogênicos

Os alimentos termogênicos são aqueles que apresentam maior grau de dificuldade ao serem digeridos pelo organismo, fazendo com que o consumo de energia e caloria para realizar a digestão sejam mais expressivos. Gasta-se energia para digerir todos alimentos, ou seja, qualquer macro (carboidrato, proteína e lipídio) tem a capacidade de aumentar a temperatura corporal e acelerar o metabolismo, podendo desta forma aumentar concomitantemente a queima de gordura. Existem alguns que se destacam mais que outros, pois, induzem o metabolismo a trabalhar em um ritmo mais acelerado ou de maneira mais intensa, seja pela dimensão da estrutura molecular ou pela propriedade nutricional intrínseca. Alguns nutrientes não possuem valor energético tão elevado, mas corroboram catalisando o processo termogênico. Dentre os mais populares temos:

Taurina: A taurina é um aminoácido cuja função é aumentar a excreção celular de sódio e de água (efeito diurético), regular a entrada de cálcio nas células cardíacas, garantindo melhor contratilidade e protege o coração contra a ação deletéria dos radicais livres (efeito antioxidante).

 

Pimenta vermelha doce: A capsaicina é o componente ativo das pimentas. O consumo desse aditivo aumenta a salivação, estimula a secreção gástrica e a motilidade gastrointestinal, proporcionando uma sensação de bem-estar (CRISÓSTOMO ET AL, 2006). Em estudos com seres humanos, a pimenta vermelha induziu redução na repetição da ingestão alimentar, elevado gasto energético pós-refeição e oxidação lipídica, ou seja, maior queima e utilização de gordura (WESTERTEP ET AL, 2005).

 

Laranja Amarga: Tradicionalmente, a laranja amarga é usada como medicamento alternativo em alguns países para tratar ansiedade, insônia e como anticonvulsiva. Estudos sugerem que a laranja amarga (citrus aurantium) pode melhorar o tempo de sono induzido por barbitúricos e diminuir a compulsividade alimentar (MAHMOOD AKHLAGHI, 2011).

 

Cafeína: A cafeína é adicionada à maioria dos suplementos termogênicos devido à sua capacidade em aumentar o metabolismo, promover a lipólise, a oxidação de gordura e colaborar, indiretamente, com o aumento da força muscular. Quando consumida em doses moderadas tem mostrado aumentar o desempenho físico e mental, tornando-a assim o composto ideal para combater a fadiga (WELLS A. J; 2014).

 

L-Carnitina: Como suplemento, a L-carnitina vem sendo utilizada com efeitos comprovadamente positivos, com o intuito de realçar a performance aeróbia (BRASS E.P; 2000), provavelmente devido à facilitação da entrada de gordura para o interior da mitocôndria, organela que ‘’queima’’ os nutrientes e produz energia, sendo assim, umas das responsáveis diretas pela termogênese. Alguns estudos demonstraram que a L-carnitina poderia retardar a fadiga muscular e as dores causadas pelo esforço físico excessivo, atuando também, quando suplementada, como um antioxidante intracelular, ou seja, prevenindo a célula das agressões dos radicais livres.

Os benefícios do Açaí

Banner 02O açaí é um fruto tipicamente brasileiro, muito consumido no Norte do país e que, nos últimos anos, ganhou fama de herói, especialmente para quem procura melhorar a saúde por meio da alimentação e da atividade física.

Toda essa fama se deve à sua composição nutricional e características sensoriais; é considerado um alimento funcional devido à sua alta concentração de antocianinas, compostos que conferem a cor arroxeada. Essas substâncias são conhecidas por suas propriedades fármaco-medicinais como anti-inflamatória, antimicrobiana, anticarcinogênica e antioxidantes; dessa forma, atua na prevenção de doenças cardiovasculares e neurológicas, além de minimizar os efeitos do envelhecimento (Alasalvar et al., 2005).

Em 100 g de produto contém aproximadamente 40g de gorduras, 42g de carboidratos e 8g de proteínas e 489 kcal. Embora seja um alimento hipercalórico e com alta concentração de gorduras, a principal fração (52%) é gordura insaturada (ácido oleico) que conferem boa influência nos triglicerídeos e saúde cardiovascular.

O açaí é um fruto extremamente versátil; o fruto contém pouca polpa que envolve uma grande semente. No norte do país é consumido de forma integral, em diferentes preparações, geralmente armazenado sob refrigeração ou consumido no próprio momento. Contudo, para ser transportado até as demais regiões do país, a polpa é concentrada e congelada. O processo de congelamento, embora eficaz em diminuir atividade de bactérias deteriorantes e consequentemente em aumentar a vida útil do produto, acaba por diminuir o valor nutricional da polpa, especialmente vitaminas, minerais e poder antioxidante.

A liofilização é um método de conservação de alta tecnologia que consiste em evaporar a água do produto do estado sólido direto para o gasoso. Com isso, todas as propriedades funcionais e nutricionais do açaí são preservadas.

Para o praticante de exercício físico, o consumo de antioxidantes é de extrema importância, especialmente devido à manutenção da função imunológica e integridade intestinal. Com isso, alguns produtos já oferecem mix proteicos, shakes proteicos e Whey protein adicionado de açaí liofilizado. Os wheys adicionados com açaí oferecem, além de rica composição de aminoácidos que auxiliam na síntese e recuperação muscular, alta composição de antioxidantes, essenciais para a manutenção da saúde e todo o sabor do verdadeiro açaí.

Para quem busca mais saúde e tem interesse em se beneficiar das propriedades desse fruto poderoso, os suplementos que contém sua versão liofilizada são boas opções e podem ser aliados do estilo de vida saudável.

“Brigadeiro” Fitness

E aqui vai mais uma receita Fitness para os “marombeiros” (as) de plantão que vivem em dieta!

 

Ingredientes:

• 120gramas de batata doce cozida e amassada com garfo;

• 40 gramas de whey protein/caseína/mix protéico de chocolate;

• Meia barra proteica ralada

 

Modo de preparo:

• Misturar a batata doce com a proteína de chocolate até formar uma massa homogênea;

• Deixar na geladeira por meia hora;

• Modelar  bolinhas com auxilio de 2 colheres de café, passando de uma para outra até dar formado arredondado;

• Passar na barra proteica ralada dando efeito de granulado.

 

Dicas

• Batata doce roxa é mais doce que a branca, portanto mais indicada para receita;

• Gele a barra proteica para facilitar na hora de ralar;

• Aumente ou diminua proporcionalmente a quantidade da receita de acordo com sua necessidade de ingestão;

• Use criatividade para variação do saber da barra proteica ralada, chocolate, amendoim, coockies, entre outras.

Receita de Pão Protéico, Low Carb

Aprenda a fazer um pão caseiro super prático, e o melhor de tudo que além de delicioso, é protéico. Pode ter o sabor que desejar, é low carb, protéico, sem lactose e sem glúten. Veja logo a baixo a receita:

Ingredientes

– 250g de claras de ovo;
– 100g de whey protein (sabor que desejar, foi usado o de chocolate);
– 70g de farinha de côco (pode-se usar também Amêndoas trituradas, na mesma quantidade);
– 50g de aveia laminada (pode substituir por côco desidratado caso deseje reduzir bem os carboidratos da receita e tirar o glúten);
– 25g de xarope de Ágave (pode ser substituído por adoçante de cozinha);
– 2 colheres de sobremesa de fermento químico;
Óleo de coco para untar a forma caso não seja anti-aderente.

Modo de Preparo

1. Misture o whey e as claras até virar uma massa homogênea;
2. Adicione a farinha de côco e o fermento e misture bem;
3. Adicione a aveia (ou o côco), o Ágave (ou o adoçante) e continue misturando;
4. Unte a forma com o óleo de côco (ou não, caso seja antiaderente) e coloque a massa;
5. Coloque entre 15 e 20 minutos (a partir de 15 começa a ficar no ponto já) a 175ºC no forno, eu fiz o meu na bandeja mais distante da chama.

Fonte: Nutricionário
 
Por: Taís Tie Minamihara

Amendoim – Fonte de Proteína

Muitas pessoas não conhecem o grande valor nutricional que o amendoim possui, e acabam evitando o consumo por achar que sendo calórico ele possa engordar. O mais interessante, que o amendoim já comprovou que é eficaz em uma dieta de emagrecimento. Além disso o amendoim possui outras funções que você nem imagina, principalmente para praticantes de atividades físicas.

Em cada semente de amendoim há em média 30% de proteína e 50% de óleo. Por ser uma das fontes vegetais com maior quantidade de proteína, o amendoim consegue amenizar a carência das fontes animais em regiões pobres, onde a carne é pouco consumida.

A gordura insaturada é seu principal componente para a saúde. Ela atua diminuindo os níveis de LDL (colesterol ruim). O amendoim puro não contém colesterol, além de ser livre das gorduras ruins, ela ainda diminui os níveis já presentes no organismo.

Benefícios:

– É bom para o coração: Contém vitaminas e minerais, além de gorduras mono e poliinsaturadas, que garantem, através do consumo diário, um coração forte e saudável.

– É antioxidante: Contém uma alta concentração de polifenóis antioxidantes, principalmente um composto chamado ácido p-cumárico, que aumenta o índice de antioxidante em mais de 22%.

– Reduz o risco de AVC: Possui um flavonóide que ajuda a aumentar em cerca de 30% o fluxo sanguíneo no cérebro, reduzindo o risco de derrame.

– Ossos saudáveis: Amendoins são ricos em cálcio, que ajuda a tornar os ossos fortes e saudáveis.

– Reduz e previne a acne: Além de possuir vitamina E, possui uma grande concentração de niacina, que ajuda a abrir os vasos sanguíneos, melhorar a circulação sob a pele e regula a oleosidade da pele.

– Aliado da atividade física: Afasta a fadiga e ajuda a dar um pique. O fósforo auxilia na formação dos ossos e é fundamental na constituição do rim. O potássio melhora a contração muscular.

Queima de Gordura: A Gordura monoinsaturada contribui para a eliminação do peso, mantém o nível de açúcar estável, e ativa o metabolismo auxiliando na queima de gordura, além disso, converte os estoques de gordura em energia.

– Fortalecimento dos músculos: o Magnésio ajuda na circulação sanguínea, fortalecimento dos músculos e cicatrizações. Essencial para o sistema nervoso e ameniza o estresse.

Vitamina E: combate os radicais livres, previne os tumores, aumenta a resistência dos músculos ao reduzir a dor, e preserva o sistema imunológico.

– Ótimo para ganho de massa muscular: Incluindo o amendoim em uma alimentação saudável com níveis altos de proteína traz benefícios incríveis no ganho de massa. Elas ajudam no ganho de massa, por serem calóricas e nutritivas, são calorias boas que não viram gordura subcutânea tão facilmente.

– Selênio: Reduz estresse emocional, físico e celular.

– Entre outras…

Atenção:

– Hipertensos devem restringir o consumo de amendoim com sal.

– Diabéticos precisam ter atenção com derivados doces, tais como pé-de-moleque.

– Quem tem alergia à semente precisa prestar atenção nas embalagens de produtos como sabonetes, cosméticos e margarinas, para verificar se há derivados de amendoim em sua composição.

– Deve ser armazenado em locais protegidos de luz, pois é rico em gorduras e pode ficar rançoso com o calor. (Prefira as embalagens escuras).

– É melhor conservá-lo em locais secos. Repare se a embalagem está intacta, pois o contato com a umidade pode facilitar a proliferação do Aspergillus flavus, um fungo que produz aflatoxina, nociva à saúde.

 

Fonte: Anabolismo.org/ Mulhermalhada.com/ abicab.org.br

Por: Taís Tie Minamihara

Receita de Brigadeiro Protéico

Já falamos em alguns posts anteriores sobre o Whey Protein e Whey Protein Isolado, agora vamos dar uma dica de receita que podemos fazer com o Whey.

Para quem quer se deliciar comendo doces sem sair da dieta, não se martirize!ScoopWhey

Use sua criatividade, existem várias receitas ótimas, por exemplo:
“Brigadeiro de Whey Protein” pois além de saboroso, prático, rápido, o custo é baixo, e ainda é muito nutritivo e rico em proteínas.

Vou falar de duas receitas de Brigadeiro de Whey Protein, que pode ser consumido como sobremesa, nas horas que dá aquela vontade de comer doce e também pode ser optado como um pós treino:

 

Brigadeiro de Whey Protein (Batata Doce)

Ingredientes:
– 100g de Batata Doce
– 30g de Whey Chocolate de sua preferência
10g de Cacau em pó ou 1 barrinha de proteína ralada para decorar.

Modo de preparo:

Cozinhe a batata doce, depois de cozida amasse e acrescente Whey e misture com as mãos até ficar bem homogêneo. Depois faça bolinhas, se preferir pode finalizar passando no chocolate em pó ou na barrinha ralada para decorar.

 

Brigadeiro de Whey Protein (Óleo de Côco)

Ingredientes: (Porção de 1 brigadeiro)
– 30g de Whey Protein de chocolate (da sua marca preferida).
– 1 colher de chá de Óleo de Côco (Consistente).
– Ingrediente extra: Castanhas ou avelã ou granola, etc.

Modo de preparo:
Em uma xícara, adicione 30g de whey protein, adicione 1 colher de óleo de coco. Misture bem até formar uma massa com a consistência parecida com a de um brigadeiro. Adicione na massa o ingrediente extra (castanha, avelã, granola, etc.), enrole-o em uma vasilha com um pouco de Whey potrein e enfeite com o ingrediente extra que você escolheu.

Tabela nutricional (média):
Proteínas 25,3g
Carboidrato 4g
Fibras 1,1g

 

Dicas:

Brigadeiro WheyP

– Dica principal é usar Whey que seja de boa qualidade com sabor que te agrade!
– Batata doce roxa é mais doce que a branca, portanto mais indicada para receita.
– Gele a barra proteica para facilitar na hora de ralar.
– Aumente ou diminua proporcionalmente a quantidade da receita de acordo com sua necessidade de ingestão.
– Use criatividade para variação da receita base, tente com Whey Protein sabor morango, banana, baunilha.
– Faça variações do “granulado” de diversos sabores, coco ralado, castanhas, pistache, amêndoas, etc.

 

Onde achar o Whey Protein?

Em nosso site Corpo e Suplemento. Temos variedade de Whey Protein Concentrado, Whey Protein Isolado, Whey Protein Hidrolisado. Com vários sabores diferentes, para você usar e ousar a criatividade fazendo brigadeiros coloridos, saborosos e diferentes.

 

Informações retiradas: Treinonutricaoebeleza.com.br/ Vestindosaude.com.br
 
Por: Taís Tie Minamihara

Proteína da Carne Isolada X Proteína do Soro do Leite Isolado

Hoje em dia existem vários tipos de proteína, o que pode confundir muitos consumidores na hora de fazer a escolha.
A maioria das pessoas que treinam hoje em dia, optam por usar algum tipo de proteína para fazer a reconstrução muscular, para atingir resultados melhores e mais rápidos.
Vamos falar hoje da Proteína da Carne Isolada e da Proteína do Soro do Leite Isolado, qual será que é a mais apropriada para você? Vamos lá…

 

Proteína da Carne Isolada

Raw meat
A Proteína da Carne Vermelha, é a purificação da proteína animal, que oferece ao consumidor altos níveis de proteína da carne, sem estar associada à grande quantidade de gordura que contém na carne natural, principalmente, o colesterol.
Este tipo de proteína é 0% açúcar, 0% lactose, 0% gordura, baixo sódio e 0% colesterol, ou seja, você terá todos os benefícios da carne vermelha com isenção das substâncias que fazem mal à saúde.
Ajuda na recuperação do músculo, evitando fadiga, e melhorando o desempenho nos treinos.
Como toda proteína é rica em aminoácido, a da carne vermelha predomina a creatina.
Como característica da creatina, essa proteína irá lhe oferecer um volume muscular mais rápido.
Pode ser consumido a qualquer hora do dia, ao acordar, como pré treino, pós treino.
Esta proteína também pode ser uma das opções para pessoas que tem intolerância a lactose.
Alguns exemplos da proteína da carne: Carnivor, CarnPro, Carnelite.

 

Proteína do Soro do Leite Isolado

leiteA proteína isolada do soro do leite, é passado por um processo de remoção da gordura e lactose, tornando uma proteína mais pura e de maior e melhor absorção, e apresentam concentrações de 90% ou mais.
Também auxilia na recuperação do músculo, aumento de massa muscular, evita fadiga, e melhora o desempenho.
A proteína do soro do leite também é rica em aminoácidos, porém prevalecendo maior concentração  de BCAA e Glutamina que favorece uma maior recuperação e absorção.
Recomenda-se consumir após o treino, para a recuperação mais rápida dos músculos e ao acordar pelo fato de ficar muito tempo em jejum.
Mesmo sendo de leite, a isolada é isento de lactose, então pode ser uma das opções para pessoas que tem intolerância a lactose.
Alguns exemplos da proteína do soro do leite isolado: Body Isolate Whey, Isopure, Isofort, IsoProWhey, Isolate Whey, IsoFast, dentro outros…

 

E aí, já fez sua escolha?

Dica: Se quiser pode utilizar as duas fontes de proteína: uma após o treino, e outra em horários intermediários. Com isso você terá um aporte de aminoácidos e proteína bem completo.

Para hipertrofia, é indicado tomar junto à proteína escolhida uma dextrose, pois o carboidrato ajuda no aproveitamento dos nutrientes levando para dentro das células.

 

Informações retiradas: Musculação.net e de nossas nutricionistas.

Por: Taís Tie Minamihara

CASEÍNA CONHEÇA SEUS BENEFÍCIOS

Temos hoje em dia uma variedade muito grande de suplementos, por isso vou falar sobre a CASEÍNA uma proteína de excelente qualidade e de bem lenta absorção.

É a principal proteína do leite de vaca que é formada quando o leite coalha, é uma proteína de alta qualidade e muito utilizada em suplementos e produtos para substituir a refeição.

Embora não seja tão conhecido quanto o Whey Protein, esta proteína é uma excelente fonte de aminoácido que evitam o catabolismo muscular e também na formação muscular, isso ocorre por ela ter uma alta concentração de Glutamina, além de ser fonte de outro aminoácido que estimulam liberação natural do hormônio do crescimento (hGH).

A CASEÍNA é conhecida por ter uma absorção mais lenta do que outras proteínas, isso ocorre porque ela forma uma espécie de gel no intestino, e por isso ela vai sendo liberada gradativamente e também oferece uma maior sensação de saciedade.

Utilizar Whey Protein com CASEÍNA trás vários benefícios para a recuperação e formação muscular isso ocorre porque a absorção e a biodisponibilidade de cada um deles ocorrem em momentos diferentes, o que faz com que essas fontes de proteína atuem de forma complementar, whey trabalhando a recuperação muscular e a CASEÍNA na construção. Essa combinação de proteínas é encontrada nos melhores suplementos.

Você também pode utilizar a CASEÍNA pura para complementar a sua dieta de proteína, usar ela pela manhã e/ou antes de dormir você estará nutrindo seus músculos para o processo de formação muscular, isso devido ao fato dela ser de bem lenta absorção, ou seja, seus músculos ficarão recebendo nutrientes por um período maior.

Espero que tenham gostado de conhecer uma pouco mais sobre esta proteína que cada vez mais está sendo utilizada por praticantes de atividades física, mais é sempre bom lembrar que uma dieta equilibrada e praticas de atividades físicas diárias são os primeiros passos para ter qualidade de vida e massa magra, é claro!

Se ligue nos suplementos com Caseína:

Caseínas 

Isofort Ultra – Vitafor

Iso Whey Black – Probiótica

Waxy Whey – Probiótica

RX Pro MRP  – Probiótica

Body Crea Protein  – Body Nutry

Mariana Buriolla
Nutricionista – CRN 5220