Arquivo da tag: minerais

Levedo de cerveja: o que é e quais os benefícios para a saúde?

As leveduras são fungos que se desenvolvem na fermentação alcoólica. Elas são utilizadas há muitos anos em vários processos industriais alimentícios como fermento biológico, um deles é no processo da fermentação da cerveja. A palavra levedura tem origem no termo latim levare que significa “crescer” ou “fazer crescer”.

A levedura apresenta alto teor proteico, o que a torna uma boa opção de fonte de proteína para vegetarianos.  Ela é rico em vitaminas B1, B2, B6, ácido pantotênico, niacina, ácido fólico e biotina, também é rico em fibras, em minerais como selênio, cromo, fósforo, ferro, cálcio, potássio, magnésio e zinco. Por possuir essa gama de nutrientes, traz muitos benefícios a saúde e pode ser considerada um alimento funcional.

Este fungo pode auxiliar na redução do LDL (colesterol ruim) e, se associado a exercícios físicos também pode aumentar os níveis do colesterol bom (HDL). Por ser rico em cromo, nutriente que tem ação sobre a insulina no organismo, a levedura também ajuda no controle da diabetes ou até mesmo na prevenção desta doença crônica. Por conter antioxidantes, como o selênio, também ajuda no combate aos danos causados pelos radicais livres, além de fortalecer o sistema imunológico.

Rico em fibras, a levedura também promove um efeito laxativo, aumentando o volume e a viscosidade do bolo fecal. Por ter em maior quantidade fibras solúveis, ou seja, fibras que são solúveis em água, também há influência na atividade de enzimas digestivas, o que melhora a taxa de digestão e absorção dos nutrientes. Essas fibras também proporcionam um atraso no esvaziamento gástrico, promovendo o aumento da saciedade.

Além de todos estes benefícios a saúde que foram citados, o levedo também mantém os cabelos saudáveis, as unhas fortes e a pele limpa, ajudando a evitar acnes. Os sintomas da TPM também são aliviados, graças ao zinco e às vitaminas do complexo B. Enfim, o levedo também ajuda a converter o carboidrato em glicose para ser utilizado como fonte de energia pelo organismo.

Com tantos benefícios assim torna-se indiscutível o consumo do levedo de cerveja. Ele pode ser encontrado em flocos, pó ou em cápsulas, opção mais prática para quem tem um dia a dia mais corrido.

 

Laís S. Baduy

Resfriados e Gripes: o papel da alimentação

No período de frio, especialmente para nós brasileiros, tão acostumados com o calor, ocasionam, além das alterações metabólicas, mudanças no sistema imune induzindo a diversas doenças bem características desse período, como resfriado, gripe, pneumonia, sinusites e alergias. Como visto, as vias respiratórias são as estruturas que mais sofrem com a temperatura mais baixa, seja por infecção de vírus, fungos ou bactérias (que se aproveitam da vulnerabilidade do organismo e a propensão de ficarmos todos juntos em lugares fechados) ou por demais elementos (poeira, mofo, pelos de animais).

Dentre os nutrientes que podem ter um papel importante na prevenção e redução do tempo de sintomas dos resfriados, destacam-se as vitaminas C e Ee minerais como zinco e selênio. A vitamina C, inclusive, é alvo dos conselhos de vovós para curar gripe. Será que elas estão certas?

Um estudo de revisão procurou identificar se a vitamina C era eficaz na prevenção e controle de resfriados. Observou-se que em alguns ensaios, ela teve papel fundamental na redução dos sintomas e gravidade de resfriados. Em um estudo de 2012 (Maggini; Beveridge, 2012) foi testada a combinação de vitamina C e zinco; essa combinação, segundo os autores os sintomas foram amenizados mais rapidamente do que o placebo; assim essa combinação é segura e eficaz para tratamento de gripes.

Os ácidos graxos ômega 3, 6 e 9 também têm papel imunomodulador importante.  Essas gorduras insaturadas não são produzidas pelo organismo e precisam ser obtidas por meio da alimentação. Além do fortalecimento da imunidade, são protetoras do sistema cardiovascular. As principais fontes alimentares dessas gorduras são abacate, linhaça, sardinha, salmão, oleaginosas e azeite de oliva. Contudo, a suplementação pode ser grande aliada, pois os alimentos fonte dificilmente são consumidos diariamente pela nossa população.

Como visto, os benefícios da nutrição adequada durante o inverno vão além de controle de peso corporal; vitaminas, minerais e ácidos graxos essenciais são fundamentais para a manutenção da imunidade e prevenção das doenças do trato respiratório, bem como a redução do tempo de manifestação dos sintomas.

Mullberry ou Amora

A Mullberry é um fruto semelhante à Amora, que possui inúmeros benefícios à saúde. Nutrientes capazes de melhorar e estimular as defesas do organismo, combatendo infecções e problemas patológicos.

A Mulberry foi trazida de fora, e aos poucos vem ganhado o mercado por diversos consumidores devido aos seus efeitos. Consumido principalmente pelas mulheres, por atuar em diversos locais, principalmente no combate ao envelhecimento cutâneo, sendo a “queridinha” do sexo feminino. Possui ação anti-inflamatória e antioxidante devido às antocianinas e o Resveratrol que agem diretamente na derme, além de ser fonte de vitamina C, K e de Ferro.

Ela ajuda em diversos problemas, como no controle de glicemia evitando um possível agravante, emagrecimento, melhora de colesterol e possui componentes capazes de auxiliar no combate ao câncer, porem estudos ainda devem ser realizados para elucidar de forma clara as quantidades e de qual a melhor forma de aproveitamento.

A melhor forma de se encontrar Mullbery é em casa de suplementos através do seu extrato puro, podendo ser misturada em sucos, juntamente com refeições e shakes, enfim, uma afinidade de opções para consumi-la.

Mulberry Active – Superfrutas 120g
Felipe Ongaratto
CRN8 9505

O que é Maca Peruana?

blog_19_agosto

O que é Maca Peruana?

Maca Peruana também é conhecida como medicinal, maca-andina, pertence à família das Brassicáceas. Ela é encontrada no continente sul-americano, nas mais altas montanhas dos Andes Peruanos há mais de 10.000 pés acima do nível do mar. Obtida das raízes de Lepidium meyenii, contém inúmeros nutrientes que podem auxiliar nosso organismo a desempenhar atividades importantes.

Possui diversos benefícios dentre eles destaca-se a capacidade adapto gênica que ajuda a restaurar o equilíbrio corporal físico e psicológico, fortalece o sistema imunológico, regula o ciclo menstrual e aumenta a fertilidade, aumenta a espermatogênese e a potencia sexual. Alguns atletas a utilizam como alternativa para substituir o uso de anabolizantes por ser rica em esteróis.

É sempre interessante buscar informações com profissionais que possam auxiliar no consumo da mesma. A dosagem pode variar sendo de 1 a 3g por dia para cada individuo. Normalmente conseguida através de manipulação, podendo estar na forma em pó ou em cápsula. Com relação a contra indicação, a própria literatura não destaca algo que influencie o seu consumo ou algum mal que possa trazer sendo consumida por um determinado tempo. O ideal é adequar a maca sempre com o auxilio de um profissional orientando como ingeri-la para obter bons resultados.

Confira aqui, clicando no link:
Maca Peruana – 60 cáps – Maxinutri


Felipe Ongaratto

CRN8 9505

Benefícios da Carne Vermelha

A carne vermelha foi excluída da alimentação de muitas pessoas devido à gordura saturada e ao colesterol, realmente ela possui gordura saturada que em excesso está associada a um maior risco de doenças cardiovasculares, obesidade e até diabetes. Priorizando o tipo de corte e consumindo com moderação, ela não é prejudicial, o recomendado é consumir uma porção de carne por dia, o que pode corresponder a um bife médio ou 5 colheres (sopa) de carne moída refogada por dia.

A carne vermelha é fonte de proteína de alto valor biológico, rica em ácidos graxos essenciais, aminoácidos e possui todos os minerais importantes ao organismo como fósforo, potássio, sódio, magnésio, zinco e ferro.

O ferro desempenha um papel importante ao organismo, como suporte ao sistema imunológico. Os minerais são fundamentais para a formação de hemácias, células vermelhas do sangue, que carregam o oxigênio até as células, é essencial na prevenção da anemia principalmente em pessoas que fazem parte do grupo de risco, como crianças, gestantes e idosos. Seu diferencial fica por conta das doses de ferro-heme, uma variação do mineral facilmente absorvida pelo organismo.

Se o consumo de carne vermelha for moderado e principalmente em equilíbrio com os demais tipos de alimentos, não vai interferir para uma alimentação saudável. Na hora de escolher o tipo de carne, opte pelos cortes mais magros: filé mignon, lagarto, patinho, alcatra, maminha, coxão duro, acém, músculo, miolo de alcatra. O ideal é consumir as carnes sempre assadas, grelhadas ou refogadas e evitar as frituras. A carne tem propriedades essenciais à saúde, por isso deve fazer parte de uma alimentação balanceada.

Os produtos de origem animal apresentam todas as vitaminas lipossolúveis (A, D, E e K) e as hidrossolúveis as vitaminas do complexo B. O mérito da carne vermelha como fonte de vitaminas, é a alta concentração e disponibilidade de vitaminas do complexo B, em especial a B12. A deficiência dessa vitamina na dieta apresenta como primeiros sintomas anemia megaloblástica e mudanças no sistema nervoso (dificuldade de locomoção e expressão), que se não socorridas a tempo podem resultar em deterioração mental e paralisia. Além de conter inúmeros nutrientes e possuir um alto valor nutricional, a carne vermelha auxilia na recuperação muscular por ser composta por proteínas de alto valor biológico, ou seja, que contêm todos os aminoácidos essenciais e é uma ótima opção de alimento para os praticantes de atividade física.

Clique aqui e veja suplementos de Proteína de Alto Valor Biológico!

Vanessa Vichi Girotto
Nutricionista da Vitafor– CRN 18387