Arquivo da tag: massa muscular

Aumento do aporte de proteínas e ganho muscular: Proteína da Carne e Proteína Vegana


Olá Suplementeiros de plantão !!!!!

Vamos continuar nosso bate-papo sobre suplementação proteica para auxiliar no ganho de massa muscular, claro, aliada ao treino nosso de cada dia. Nos posts passados conversamos um pouco sobre o tão famoso whey protein e seus benefícios. Como já sabemos, a whey protein (proteína que dá nome ao produto) é extraída do soro do leite e é muito eficaz no ganho e recuperação do músculo.

Mas e para quem é intolerante ou alérgico a lactose?

Bom, a grande questão é que mesmo o Whey Isolado e hidrolisado podem conter traços de lactose. Então uma dica bacana é utilizar outras fontes de proteína e não deixar de ter o tão desejado ganho muscular. Temos opções muito eficientes, como por exemplo a proteína da carne, isolada e hidrolisada, de forma que sua absorção seja mais rápida e eficiente do que quando fazemos a ingestão da carne propriamente dito nas refeições sólidas.

carnitech_atlheticaE como novembro ainda não acabou, a Corpo e Suplemento continua com os preços lá em baixo em produtos que a qualidade é lá em cima! O Carnitech Beef Protein, da Atlhetica é formulado à base de proteína da carne de rápida absorção, rico em creatina e BCAAs. Resultado e economia garantidos!

Bom, até então falamos de proteína do leite e da carne… mas onde podemos encaixar os adeptos do vegetarianismo e veganismo?

Esses também não precisam se preocupar, porque o ganho de músculo está mais do que certo. Existem no mercadounilife_vegan produtos desenvolvidos para atender às necessidades proteicas de pessoas com dieta restrita de proteína animal. Elaborado a partir de proteínas 100% vegetal de alto valor biológico, temos por exemplo o Whey Vegano da Unilife, feito à base de proteína isolada de soja, proteína de ervilha, proteína de arroz integral, e farinha de beterraba.

Saúde, resultado e melhor custo benefício você só encontra aqui! Venha para o #suplementeirosteam você também!

Whey Protein: saiba sobre o mais famoso dos suplementos!

Boa tarde, Suplementeiros!

A nossa conversa de hoje é sobre o queridinho no mundo dos suplementos. Afinal, quem nessa vida nunca ouviu falar a respeito do Whey Protein? Seja você familiarizado ou não com o ambiente de academia, com certeza já ouviu alguém comentar sobre os benefícios deste produto. Então vamos lá: o que é, de fato, o Whey?

A proteína que dá nome ao produto, denominada “Whey Protein” é extraída do soro do leite e possui um alto valor nutricional, conferido pela elevada concentração de aminoácidos essenciais presentes em sua conformação.blog-16-11-2

Para que serve?

É utilizado para aumentar a quantidade de proteínas ingeridas durante o dia e, quando tomado em associação com a prática de exercícios físicos, auxilia no ganho de massa muscular. Favorece a recuperação do músculo, síntese proteica e redução da fadiga muscular após o treino.blog-16-11

O Whey disponibiliza proteínas que são rapidamente absorvidas pelo organismo, em velocidade e aproveitamento maior do que quando comemos uma carne, por exemplo, sendo também muito mais prático do que preparar uma refeição sólida. Para este fim, o Whey deve ser administrado pós treino ou de acordo com a orientação de um profissional da área, levando em conta os objetivos e necessidades de cada um.blog-16-11-4

Existe diferença entre os Wheys?

Sim. As duas principais diferenças são: a concentração da proteína e também a fração em que ela é apresentada. Com relação as diferentes frações, as mais comuns são:

  • Concentrado (WPC): constituído da proteína do soro do leite em sua forma mais completa, na qual está
    presente também carboidratos na conformação.                                         blog-16-11-3
  • Isolado (WPI): não apresenta nenhum outro macronutriente, a não ser a proteína pura. Sua absorção é mais rápida do que a proteína concentrada.
  • Isolado + Hidrolisado (WPH): são proteínas isoladas que já passaram por um processo de hidrólise (quebra), que facilita e otimiza ainda mais a absorção pelo organismo.
  • Blends: formado por duas ou mais frações das proteínas descritas acima, oferecendo uma absorção diferenciada, na qual algumas frações são absorvidas mais rápido e outras mais lentamente.

Tem alguma contra-indicação?

A não ser que a pessoa seja alérgica ou intolerante à lactose, não. Caso seja respeitada a ingestão diária recomendada, não há o que temer. Mas claro que, TUDO em excesso faz mal e com a proteína do soro do leite não é diferente. Em geral seguimos uma recomendação de ingestão de proteínas. Assim que o indivíduo ultrapassa a ingestão diária recomendada (IDR) podem começar a aparecer problemas. Dando uma explicação um pouco mais bioquímica, o grupo das proteínas apresenta em sua conformação o nitrogênio, que quando em excesso e não filtrado por completo nos rins no ciclo da ureia, dificulta a excreção da amônia, que pode trazer desconforto abdominal, cálculos renais e outros problemas. O ideal é procurar um profissional da área para recomendar a dosagem de acordo com seu objetivo e seu organismo.
Em nossa próxima conversa daremos algumas dicas de Whey, unindo melhor resultado e melhor preço! Até mais e fiquem ligados no post!

Dificuldades para Ganho de Peso? Anote as Dicas

Apesar da grande maioria das pessoas buscarem a perda de gordura corporal, hoje em dia temos uma grande parcela que tem dificuldades para ganhar peso, ou seja, que tem o “metabolismo” mais acelerado. E foi pensando nessas pessoas que hoje daremos algumas dicas de alimentação e de suplementação.

O metabolismo é responsável pelas transformações de nutrientes e outras substâncias em energia para manter o corpo ativo, e é dai que vem a queima de calorias necessária à nossa sobrevivência e para às funções vitais do organismo. Porém, se essa função está em desequilíbrio, ela pode ficar lenta ou acelerada. Quando acelerada, ela causa problemas como a dificuldade para ganhar peso.

Quando isso ocorre à alimentação e a suplementação “Hipercalórica” associada atividade física como musculação, podem auxiliar a driblar o metabolismo acelerado e com isso trabalhar melhor o ganho de massa muscular.

Mais é sempre bom lembrar que alguns fatores como genética, biótipo, problemas na tireoide podem atrapalhar um pouco, mais com dedicação e determinação você chega lá.

Vamos as Dicas? Anote ai…

  • Fracione melhor suas refeições, assim você consegue controlar mais seu apetite (café da manhã, colação, almoço, lanche da tarde, jantar e ceia);
  • Procure se alimentar no Maximo a cada 2 horas e meia, isso irá ajudar a manter o fornecimento de energia adequado para o seu organismo;
  • Mastigue e coma bem devagar, pois com isso você favorece a digestão dos alimentos;
  • Para quem tem dificuldades para ganhar peso os carboidratos são ótimas fontes de energia, dê preferência para os produtos integrais (pães, macarrão, arroz, aveias), pois são ricas em fontes de vitaminas do Complexo B que auxiliam na manter os níveis de energia.
  • Consuma frutas que são mais calóricas e fornecem mais energia para o seu organismo como: Abacate, manga, banana.
  • Mesmo quando não estiver com muita fome, mantenha a sua alimentação no horário, aumente gradativamente a quantidade dos alimentos de suas refeições, pois assim você irá aumentando a capacidade de armazenamento do estômago.
  • Evite comer outro alimento, antes das refeições para não atrapalhar seu apetite.
  • Beba bastante liquido pelo menos 8 copos ao dia, manter hidratado é muito importante para o bom funcionamento do organismo.
  • Fazer musculação também ajuda a ganhar peso, mais procure sempre a orientação de um profissional.
  • A suplementação hipercalórica é a mais indicada para quem tem essa dificuldade para ganho de peso, além de aumentar o aporte calórico irá fornecer proteínas para trabalhar a recuperação e a formação muscular.
  • Nunca treine sem se alimentar, procure sempre fontes de carboidratos, se tem dificuldade para comer antes de treinar a maltodextrina é uma ótima opção.

Nesses casos a rotina alimentar é fundamental para obter um bom resultado, dedique-se aos treinos e não faça treinos muitos longos, pois no seu caso os treinos mais curtos são mais eficientes.

Sugestão de Suplementação:

Antes dos treinos:

Após o treino:

Colação e Lanche da tarde:

Antes de Dormir:

Importante:
O café da manhã é uma refeição muito importante por isso não deixe de comer, caso tenha dificuldades a albumina, o mix protéico ou até mesmo o hipercalórico são ótimas opções.

Espero que tenham gostado das dicas e das sugestões, mais gosto sempre de ressaltar que o acompanhamento com um profissional de Nutrição é muito importante, pois assim você terá um acompanhamento completo.

               Nutricionista
Mariana Buriolla – CRN 5220

 

Massa Magra – Pequenas Mudanças que Fazem a Diferença

Hoje vou falar um pouco sobre alimentação para quem quer ganhar massa muscular. Sempre costumamos dizer aqui que para ganhar massa muscular não tem erro, é simples como uma receitinha de bolo que envolve 3 ingredientes básicos.

  1. Alimentação;
  2. Suplementação;
  3. Exercícios.

Justando esses três itens você conseguirá ótimos resultado, assim como para quem quer perder peso o fracionamento e a disciplina nos horários das refeições são fundamentais.

Nosso organismo precisa de energia para trabalhar e esta energia vem diretamente do alimento, ficar muitas horas sem se alimentar faz com que o nosso corpo diminua o nosso metabolismo e com isso comece a armazenar energia em forma de gordura, principalmente região abdominal e o pior para quem quer aumentar a massa muscular o organismo começa utilizar massa muscular como fonte de energia.

É sempre bom lembrar que o nutriente responsável pela construção muscular é a proteína, é muito importante saber que este processo de ganho de massa muscular não se dá no momento do treino. A proteína utilizada (whey protein) após o treino fará a recuperação do músculo, porém é quando não estamos treinando (período de repouso/descanso) que construímos este músculo.

Costumo explicar da seguinte maneira a construção muscular, gosto muito de um exemplo que eu dou para simplificar aos meus cliente/pacientes. Nosso músculo é como se fosse um muro, que se você apenas empilhar os tijolos ele cairá facilmente, mas se você acrescentar “cimento” e dar o tempo necessário para este “cimento” secar, este muro ficará firme e forte. A proteína é o nosso “cimento”, por isso aumentar o consumo dela é bem importante, vou dar algumas dicas de proteínas e qual o melhor horário para consumo.

DICAS:

  1. Fixe os horários de cada refeição (Máximo de 3/3hrs);
  2. Consuma bastante verduras, frutas e legumes pois são ricos em vitaminas e minerais que atuam ativamente neste processo;
  3. Consuma mais proteínas em horários alternados;
  4. Não treine sem se alimentar;
  5. Albumina é bem indicado para antes de dormir ou pela manhã;
  6. Caseína é uma proteína de bem lenta absorção, portanto bem interessante para antes de dormir;
  7. Mix de proteínas, hiperproteicos, barras de proteínas são boas opções para consumir nos intervalos de refeição;
  8. Peito de frango, peixe e ovos são excelentes fontes de proteína.

Esse foi um texto bem básico e com pequenas dicas, mas gosto sempre de lembrar que não tem nada melhor do que um cardápio feito sob “medida”, portanto procure sempre a orientação de um profissional da área de nutrição, assim você irá consumir adequadamente todos os nutrientes e com isso alcançar o seu objetivo.

Mariana Buriolla
CRN 5220 – Nutricionista