Arquivo da tag: gordura

Alimentos Termogênicos

Os alimentos termogênicos são aqueles que apresentam maior grau de dificuldade ao serem digeridos pelo organismo, fazendo com que o consumo de energia e caloria para realizar a digestão sejam mais expressivos. Gasta-se energia para digerir todos alimentos, ou seja, qualquer macro (carboidrato, proteína e lipídio) tem a capacidade de aumentar a temperatura corporal e acelerar o metabolismo, podendo desta forma aumentar concomitantemente a queima de gordura. Existem alguns que se destacam mais que outros, pois, induzem o metabolismo a trabalhar em um ritmo mais acelerado ou de maneira mais intensa, seja pela dimensão da estrutura molecular ou pela propriedade nutricional intrínseca. Alguns nutrientes não possuem valor energético tão elevado, mas corroboram catalisando o processo termogênico. Dentre os mais populares temos:

Taurina: A taurina é um aminoácido cuja função é aumentar a excreção celular de sódio e de água (efeito diurético), regular a entrada de cálcio nas células cardíacas, garantindo melhor contratilidade e protege o coração contra a ação deletéria dos radicais livres (efeito antioxidante).

 

Pimenta vermelha doce: A capsaicina é o componente ativo das pimentas. O consumo desse aditivo aumenta a salivação, estimula a secreção gástrica e a motilidade gastrointestinal, proporcionando uma sensação de bem-estar (CRISÓSTOMO ET AL, 2006). Em estudos com seres humanos, a pimenta vermelha induziu redução na repetição da ingestão alimentar, elevado gasto energético pós-refeição e oxidação lipídica, ou seja, maior queima e utilização de gordura (WESTERTEP ET AL, 2005).

 

Laranja Amarga: Tradicionalmente, a laranja amarga é usada como medicamento alternativo em alguns países para tratar ansiedade, insônia e como anticonvulsiva. Estudos sugerem que a laranja amarga (citrus aurantium) pode melhorar o tempo de sono induzido por barbitúricos e diminuir a compulsividade alimentar (MAHMOOD AKHLAGHI, 2011).

 

Cafeína: A cafeína é adicionada à maioria dos suplementos termogênicos devido à sua capacidade em aumentar o metabolismo, promover a lipólise, a oxidação de gordura e colaborar, indiretamente, com o aumento da força muscular. Quando consumida em doses moderadas tem mostrado aumentar o desempenho físico e mental, tornando-a assim o composto ideal para combater a fadiga (WELLS A. J; 2014).

 

L-Carnitina: Como suplemento, a L-carnitina vem sendo utilizada com efeitos comprovadamente positivos, com o intuito de realçar a performance aeróbia (BRASS E.P; 2000), provavelmente devido à facilitação da entrada de gordura para o interior da mitocôndria, organela que ‘’queima’’ os nutrientes e produz energia, sendo assim, umas das responsáveis diretas pela termogênese. Alguns estudos demonstraram que a L-carnitina poderia retardar a fadiga muscular e as dores causadas pelo esforço físico excessivo, atuando também, quando suplementada, como um antioxidante intracelular, ou seja, prevenindo a célula das agressões dos radicais livres.

FLACIDEZ, COMO EVITAR?

Esta semana conversei com vários clientes, principalmente mulheres, com queixas em comum, a tão temida flacidez.

Fazemos tanto esforço na academia em busca de um corpo perfeito, mas o resultado ás vezes não é tão satisfatório, pensando nisto nosso assunto de hoje é a flacidez, quais os alimentos e suplementos alimentares que podem ser considerados aliados na construção da pele e músculos firmes.

  • Resumindo, a flacidez é a falta de tonicidade da pele ou músculos ou ainda de ambos. Basicamente existem dois pilares principais para essa conquista, a alimentação adequada associada ao exercício físico.

O exercício físico é importante, pois, contribui no enrijecimento dos músculos. Já se sabe que exercícios de força e resistência, como: musculação, body pump, ginástica localizada, hidroginástica são boas opções para manter a pele firme e músculos fortes.

A alimentação influencia diretamente na construção muscular e na aparência da pele, entretanto, devemos fazer escolhas inteligentes, seguem algumas dicas:

 

  • A dieta deve ser equilibrada, abundante em frutas e verduras principalmente as de cor vermelha ou laranja (goiaba, tomate, cenoura, laranja, ricas em Vitamina A e C), alimentos como castanha do Pará, grãos integrais, nozes, azeite de oliva, cereais (ricos em Vitamina E, Zinco e Selênio), pois, são considerados nutrientes antioxidantes e combatem os radicais livres que colaboram para uma pele flácida.
  • Uma dieta rica em proteínas (carne, ovo, leite, iogurte desnatado, queijo branco) que tem a função de construção de massa magra.
  • Manter o corpo sempre hidratado, ingerir no mínimo dois litros de água por dia.
  • Evite alimentos que podem agravar ainda mais a flacidez, como: refrigerantes, doces, gorduras de origem animal, frituras em geral, enlatados, embutidos (ex. salsicha, linguiça, hambúrguer), alimentos salgados, industrializados (sopas prontas, caldo de carne, salgadinhos).
  • Crie hábitos saudáveis constantes, evite o efeito sanfona (ficar engordando e emagrecendo).

Seguem algumas opções de suplementação, que auxilia muito no combate a flacidez:

Colágeno & Gelatina

Juice Plus (30 sachês) – Vitafor

Body Isolate Whey (900g) – Body Nutry

Vitamina C Pura 500mg (100caps) – Sundown

Vitamina E 400UI (100caps) – Sundown

Lembre-se para exterminar a flacidez, é necessária muita disciplina e dedicação!

Lidiane Muniz Zuntini
Nutricionista – CRN 7744