Todos os posts de mari

Tipos de Whey Protein

Podemos dizer que as proteínas são alimentos funcionais, ou seja, elas promovem vários benefícios para a nossa saúde e forma física.

Entre elas vamos destacar o Whey e seus benefícios:

Podemos dizer que além de trabalhar a recuperação muscular ela também tem outros benefícios bem interessantes, esta proteína por ser rica em lactoferrina, beta-lactoglobulina, alfa- lactoalbumina, glicomacropeptídeos (GMP) e imunoglobulinas representa um papel importante para aumentar a imunidade.
Outra questão é que quando consumida na medida certa também pode trazer outros benéficos como a prevenção do aumento da pressão arterial, diabetes e previne o envelhecimento, isso ocorre porque esta proteína é bem rica em Cisteina e Glutationa que é um poderoso antioxidante.

Tipo de Whey Protein

Whey Protein Concentrado: Podemos dizer que esta é a forma mais tradicional da proteína e também a mais barata, porém como toda Whey ela é bem rica em BCAA, que são fundamentais para uma boa recuperação muscular.
Sempre bom lembrar que whey concentrada tem maior quantidade de Lactose e Carboidrato então se você tem alguma restrição nestes componentes, não se esqueça de sempre ler o rotulo. Sua concentração pode variar de 40% a 80%.

Whey Protein Isolado Microfiltrado: Com certeza a digestibilidade desta forma de Whey é bem melhor que a concentrada, porém apresenta baixo teor de Lactose e gordura, já o preço é maior que a Whey concentrada. A concentração é de cerca de 90%.

Whey Protein Isolado Yon Exchange: Esta forma de proteína é de alto valor biológico, baixo teor de lactose, gordura e carboidrato. Esta proteína isolada é extraída através de um processo chamado de troca iônica, que por sua vez permite que se alcance 95% de Whey Protein em sua composição.

Whey Protein Hidrolisado: Esta é a única forma onde a proteína sofreu hidrólise enzimática, com isso garantindo a maior velocidade de absorção devida ao seu alto valor biológico. Esta forma apresenta um valor bem mais alto que os outros tipos de Whey, pois para a sua fabricação é necessário muitos litros de leite para ser confeccionada. Concentração é em torno de 92%.

Esses são alguns dos processos que a proteína do soro do leite pode passar. Gosto sempre de ressaltar, que ler o rótulo do produto que você esta levando é fundamental para você saber que tipo de Whey Protein você irá consumir, na duvida procure sempre um profissional de nutrição para indicar o melhor produto e com isso alcançar melhor o seus objetivos.

Mariana Buriolla
Nutricionista  – CRN 5220

Alimentação ideal antes do treino

Antes da Atividade Física

A alimentação antes do exercício pode ser fundamental para determinar o desempenho. A refeição pré-atividade física tem basicamente a função de evitar a hipoglicemia (queda de açúcar no sangue), diminuir a fome e servir como fonte de energia para os músculos.

Deve-se Levar em Conta

  • Padrão da dieta geral e os alimentos normalmente ingeridos;
  • Horários das refeições;
  • Componentes específicos dessas refeições;
  • Fluidos e hidratação;
  • Alimentos que devem ser evitados.

Dicas

  • Consumir carboidratos de moderado a baixo nível glicêmico uma hora antes do exercício. Se pular o café da manhã ou almoço e não teve como se alimentar antes do treino, até 10 minutos do exercício pode ingerir um carboidrato de alto índice glicêmico, pois a insulina não aumenta demasiadamente nesse período de tempo;
  • Alimentos ricos em gorduras devem ser evitados, pois dificultam a digestão;
  • Se consumir alimentos proteicos antes do exercício escolha os que têm baixo teor de gordura e associe a um carboidrato (alimento ou suplemento);
  • Não permanecer em jejum antes das Atividades;
  • A correta hidratação é a defesa mais eficaz contra o estresse térmico;
  • Bebidas isotônicas são muito benéficas em atividades físicas de longa duração;
  • Dispense doces em geral e chocolates e prefira pães, batatas, frutas, ou mesmo bebidas energéticas enriquecidas com algumas vitaminas.
  • Alimentos ricos em gorduras e proteínas devem ser evitados antes do treino ou competição, pois esses alimentos são ingeridos lentamente e permanecem no trato digestivo por um período maior que os alimentos que contem quantidades semelhantes de energia na forma de carboidratos. Evite, portanto carnes gordas, presunto, leite integral e queijos amarelos.

É isso. Espero que tenham gostado, logo estaremos dando mais dicas sobre alimentação para após o treino.

Mariana Buriolla
Nutricionista  – CRN 5220

Sugestões de suplementos para consumir no seu pré-treino

Suplementos para Mulher são Diferentes?

Nos dias de hoje as mulheres cada vez mais estão conquistando seu espaço no mercado de trabalho ou até mesmo a sua posição na sociedade. Até o paradigma de que mulheres magérrimas são exemplos de beleza está ficando para traz. Esse fato podemos observar dentro das academias lotadas e cada vez mais “Novas Mulheres” estão optando pelo uso de Suplementos para auxiliar na conquista de seus objetivos.

Um questionamento muito comum é se “a suplementação para Mulheres é diferente da suplementação dos Homens”?

Na verdade não tem diferença nenhuma, o que irá diferenciar entre Homens e Mulheres são as quantidades e em alguns casos a hora que deve ser consumido cada suplemento.

Muitas empresas do ramo de suplementos têm investindo em produtos que agregam algo a mais e chamam a atenção de todas as mulheres. Já temos hoje no mercado produtos acrescidos de colágeno (para melhorar o fortalecimento da pele), vitaminas antioxidantes (previnem o envelhecimento) e Picolinato de cromo (diminui a vontade de comer doce e também contribui para o emagrecimento).

Mas é sempre bom lembrar que a sua alimentação é uma parte fundamental para um bom resultado. Não podemos simplesmente seguir uma dieta elaborada para um homem ou um cardápio elaborado para outra pessoa, pois com certeza corre-se o risco de não alcançar o objetivo.

Então para não ter erro sempre o mais indicado é sempre procurar um profissional nutricionista para elaborar um cardápio individualizado de acordo com seu objetivo e necessidade.

Mariana Buriolla
CRN 5220 – Nutricionista

OBS: Associar ao Feminy Whey, 3w IPC, Cromo, Coenzima Q10, Juice Plus, Colagenos

Celulite o Terror das Mulheres

Todas nós sonhamos com o corpo perfeito, porém como somos “MULHERES” nunca estamos satisfeitas, sempre vemos alguns defeitinhos, e o pior de todos para nos é a terrível CELULITE.

Por isso hoje vou dar algumas dicas de suplementação para auxiliar no combate deste pesadelo feminino.

Atualmente existem alguns suplementos que auxiliam no combate à celulite por isso tome nota.

L-carnitina: atua aumentando o consumo das gorduras dentro das células, com isto auxiliando na queima de gorduras nas regiões comprometidas pela celulite;

Mix de Vitaminas Antioxidantes: Esta suplementação é bem completa porque contem todas as vitaminas antioxidantes. Atua combatendo os radicais livres e com isso evitando sua ação degradante.

Enzima Lipase: Esta é uma novidade, alguns estudos recentes indicam o consumo desta enzima porque ela é a responsável pela quebra das gorduras, auxiliando combate da celulite. Isso se dá porque esta enzima atua diretamente na quebra das gorduras evitando assim o acúmulo na região subcutânea.

Castanha-da- índia: ela estimula a circulação cutânea e de retorno, auxiliando assim na eliminação de toxinas;

Centelha asiática: da mesma forma que a castanha-da-índia a centelha asiática estimula a circulação cutânea e de retorno, auxiliando na eliminação de toxinas subcutâneas;

Ginkgo biloba: Atua ativando a microcirculação, aumentando a perfusão de oxigênio aos tecidos;

Semente de uva em cápsulas: o pó de semente de uva encapsulada sem dúvida é o suplemento mais eficiente no combate a celulite, melhorando a circulação do sangue e funcionando como antiinflamatório dos tecidos, normalmente presente nos Mix de Antioxidantes.

Este é o primeiro passo para o combate deste pesadelo feminino, porém outros fatores como atividades físicas, alimentação e hábitos de vida saudáveis são fundamentais para se obter um excelente resultado.

Bom é isto aí agora é só escolher o seu suplemento, praticar exercícios diariamente, se alimentar corretamente e beber bastante líquidos.

Mariana Buriolla 
 CRN 5220 – Nutricionista

A importância do alho na saúde

MULHER TOMANDO CHÁ-ALHOOlá pessoal, tudo bem? Meu nome é Vivian, sou nutricionista e a mais nova integrante da equipe Corpo e Suplemento. Como post de “estréia”, resolvi falar sobre um alimento bem interessante, famoso na culinária mundial e na medicina popular há séculos: o alho.

Quem nunca ouviu da vovó ou  outra pessoa de idade dizer: “não há nada melhor para curar gripe do que chá de alho” ou “tome um copo de água de alho para melhorar o seu organismo”?  Na verdade, são inúmeras as receitas de remédios caseiros com alho para gripe, pois a sabedoria popular utiliza o alho como medicamento desde antes de Cristo.  Mas quem pensa que os benefícios do alho param por aqui está muito enganado.

Considerado como um dos dez alimentos funcionais mais importantes para a nossa saúde, o Allium Sativum L. (nome científico) possui propriedades: antiaterosclerótica, imunoestimulante, anticancerígena, antiasmática, antiinflamatória e antimicrobiana. Ele possui aproximadamente 200 princípios ativos (incluindo vitaminas e minerais como vitamina C, Selênio e Zinco) que agem no tratamento de parasitoses, desconfortos gastrintestinais (como a gastrite causada pela bactéria H. pilori), dislipidemias, verminoses intestinais, doença hipertensiva, cardiovascular, câncer, diminuição de coágulos na corrente sanguínea, entre outros.

Os componentes mais conhecidos são os sulforados: Alicina, Ajoeno, Aliina, que possuem uma ação antioxidante, auxiliando na redução de LDL, triglicerídios e oxidação de radicais livres na corrente sanguínea. Outro feito dos 3 componentes é o odor característico do alimento (que pode ser exalado até 72 horas depois de seu consumo).

Recomendação diária:

Muitos fazem cara feia para o alho devido o odor.  Por causa de um motivo banal (como esse), essas pessoas deixam de garantir a vitalidade e uma saúde invejável. A quantidade recomendada para o consumo varia entre o tratamento terapêutico utilizado. A recomendação mais utilizada é 500 a 600 mg/dia (na forma natural, equivalente a dois dentes de alho), que age na redução dos níveis de colesterol ruim (LDL) na corrente sanguínea e, conseqüentemente, da pressão arterial.

Além da forma in natura, pode-se adquirir os nutrientes através de cápsulas, cuja extração se dá pelo processo a frio sem o uso do calor ou solventes químicos, preservando integralmente os seus nutrientes.

Ter uma vida longa e saudável é possível, basta apenas investir nos alimentos e produtos funcionais.

Grande abraço a todos e até em breve!

Vivian Camila B. da Costa
Nutricionista – CRN 7102

Massa Magra – Pequenas Mudanças que Fazem a Diferença

Hoje vou falar um pouco sobre alimentação para quem quer ganhar massa muscular. Sempre costumamos dizer aqui que para ganhar massa muscular não tem erro, é simples como uma receitinha de bolo que envolve 3 ingredientes básicos.

  1. Alimentação;
  2. Suplementação;
  3. Exercícios.

Justando esses três itens você conseguirá ótimos resultado, assim como para quem quer perder peso o fracionamento e a disciplina nos horários das refeições são fundamentais.

Nosso organismo precisa de energia para trabalhar e esta energia vem diretamente do alimento, ficar muitas horas sem se alimentar faz com que o nosso corpo diminua o nosso metabolismo e com isso comece a armazenar energia em forma de gordura, principalmente região abdominal e o pior para quem quer aumentar a massa muscular o organismo começa utilizar massa muscular como fonte de energia.

É sempre bom lembrar que o nutriente responsável pela construção muscular é a proteína, é muito importante saber que este processo de ganho de massa muscular não se dá no momento do treino. A proteína utilizada (whey protein) após o treino fará a recuperação do músculo, porém é quando não estamos treinando (período de repouso/descanso) que construímos este músculo.

Costumo explicar da seguinte maneira a construção muscular, gosto muito de um exemplo que eu dou para simplificar aos meus cliente/pacientes. Nosso músculo é como se fosse um muro, que se você apenas empilhar os tijolos ele cairá facilmente, mas se você acrescentar “cimento” e dar o tempo necessário para este “cimento” secar, este muro ficará firme e forte. A proteína é o nosso “cimento”, por isso aumentar o consumo dela é bem importante, vou dar algumas dicas de proteínas e qual o melhor horário para consumo.

DICAS:

  1. Fixe os horários de cada refeição (Máximo de 3/3hrs);
  2. Consuma bastante verduras, frutas e legumes pois são ricos em vitaminas e minerais que atuam ativamente neste processo;
  3. Consuma mais proteínas em horários alternados;
  4. Não treine sem se alimentar;
  5. Albumina é bem indicado para antes de dormir ou pela manhã;
  6. Caseína é uma proteína de bem lenta absorção, portanto bem interessante para antes de dormir;
  7. Mix de proteínas, hiperproteicos, barras de proteínas são boas opções para consumir nos intervalos de refeição;
  8. Peito de frango, peixe e ovos são excelentes fontes de proteína.

Esse foi um texto bem básico e com pequenas dicas, mas gosto sempre de lembrar que não tem nada melhor do que um cardápio feito sob “medida”, portanto procure sempre a orientação de um profissional da área de nutrição, assim você irá consumir adequadamente todos os nutrientes e com isso alcançar o seu objetivo.

Mariana Buriolla
CRN 5220 – Nutricionista

Dificuldades para Ganho de Peso e Massa Muscular

Quando pensamos em suplementos imaginamos que é apenas para quem já é forte e quer aumentar mais ainda a  massa muscular. Pois é, isso não é verdade, existem suplementos específicos para quem tem dificuldades para ganhar peso e massa muscular. Estou falando de um suplemento chamado HIPERCALÓRICO que como o nome mesmo já diz irá fornecer muitas calorias e proteínas.

Não tem segredo, só ganhamos peso se consumirmos mais calorias do que gastamos. Normalmente quem tem essas dificuldades é porque o metabolismo é mais acelerado, então o hipercalórico oferece uma quantidade boa de calorias justamente para auxiliar no ganho de peso.

Separamos os Hipercalóricos por categorias, porque o que faz um hipercalórico ser diferente do outro é justamente a quantidade de calorias e as proteínas, vamos entender melhor:

Iniciante – Normalmente essa categoria tem uma quantidade menor de proteínas ou com proteínas que tem uma menor biodisponibilidade e também carboidratos.

Intermediários – Essa categoria é a preferência da maioria dos clientes, pois ela oferece uma boa quantidade de calorias e também de proteína.

Avançados – Esta já é uma categoria para quem normalmente já chegou no objetivo de peso mas ainda perde peso muito fácil e quer trabalhar mais o ganho de massa muscular, por conter bastante proteína (normalmente mais de 30g/dose) e um pouco menos calorias que os intermediários.

IMPORTANTE:

  1. Utilize o Hipercalórico de 2 a 3x ao dia de preferência após o treino e nos intervalos de refeição;
  2. Não fique muito tempo sem comer, de preferência 3/3 hrs no máximo;
  3. Nunca treine sem comer. Uma boa opção é utilizar 30g de Maltodextrina 30min antes;
  4. Busque sempre a orientação de um profissional qualificado;
  5. E não se esqueça de se alimentar bem, treinar e suplementar corretamente.

“Só com determinação conseguimos alcançar nosso objetivos.”

Mariana Buriolla
Nutricionista – CRN 5220

Suplementação Básica

Diariamente nos deparamos com clientes cheios de dúvidas em relação à suplementação, ou mesmo com orientações erradas sobre certos tipos de suplementos. Por isso nós, do blog Corpo e Suplemento, resolvemos falar um pouco sobre Suplementação básica.

Para todos que iniciam a prática de exercícios físicos, a suplementação é super indicada, não só para ganhar massa muscular, mas também para prevenir lesões, auxiliar na perda de peso, aumento de peso (tem gente que quer engordar) e recuperação muscular, entre outros benefícios.

Quando pensamos em ganho de massa muscular, temos sempre que lembrar da importância da proteína neste processo. Sem o uso de proteína, o ganho de massa muscular é muito pequeno ou zero. Outro fator importante é saber se a pessoa tem dificuldade para ganhar peso ou não.

Dificuldade para ganhar peso:

Antes do treino:

Após o treino:

* O Hipercalórico irá ajudar no ganho de peso e também no ganho de massa muscular.

Importante:

  • Nunca treinar sem comer;
  • Comer no máximo a cada 3hrs;
  • Usar o Hipercalórico de 2 à 3 vezes ao dia (1 sempre depois do treino);
  • Disciplina no treinamento.

Ganhar massa muscular:

Antes do treino:

* Se conseguir comer antes de treinar a maltodextrina é opcional.

Após o treino:

Importante:

  • Nunca treinar sem comer;
  • Comer a cada 3hrs
  • Usar outras fontes de proteínas (albumina, caseína, mix protéico) em outro horário do dia;
  • Disciplina no treinamento

Sempre lembrando que o que faz a construção muscular é a proteína. Então, para quem quer aumentar a porcentagem de massa muscular, além da suplementação básica (Malto, Whey, dextrose ou hipercalórico), pode complementar com outros tipos de proteínas, como albuminas, caseínas, hiperproteicos ou mix de proteínas. Sempre indico encaixar a suplementação nos intervalos das refeições (almoço e jantar) e antes de dormir.

Outros tipos de suplementos, como os Packs, NO2, Creatinas e estimuladores hormonais, entre outras opções, servirão para agregar à suplementação básica, ou seja, eles irão auxiliar e melhorar a sua performance durante o treinamento, facilitando assim o ganho de massa muscular.

A chave para um bom desempenho é sempre conciliar a alimentação, o treinamento e a suplementação. Essa é a receita para obter grandes resultados.

Em breve, dicas de suplementação para perda de peso.

Mariana Buriolla
CRN-8 5220 – Nutricionista