Todos os posts de felipetto

Fernando Felipetto é Consultor e sócio-fundador da Felipetto Marketing Digital. Trabalha com marketing na internet desde 2000 e passa muitas de suas poucas horas vagas absorvendo conhecimentos relacionados a fisiculturismo, treinamento, dieta, nutrição e suplementação.

Dicas de alimentos que podem auxiliar na perda de quilinhos extras

É errado pensar que apenas manter a boca fechada é o suficiente para que se perca peso, a forma correta é diminuir a ingestão diária de alimentos (controlando a sua alimentação) e aumentar o gasto calórico com a atividade física. E porque não, aderir a alguns alimentos que têm o efeito termogênico, sabendo que eles são responsáveis por cerca de 10% do gasto total da energia? Esses alimentos podem ser utilizados no seu dia a dia em pratos simples e também em pratos elaborados. Irá depender da sua criatividade. Vou citar alguns que poderão te ajudar:

  • Pimentões e pimenta-caiena (vermelha): de 3 a 4 gramas ao dia como salada, preparações de pratos quentes podendo aumentar o metabolismo em até 20%.
  • Vinagre de maçã: uma colher de chá duas vezes ao dia.
  • Gengibre: um pedaço de 2 cm, até três vezes ao dia; pode ser consumido de diversas formas, como chá, em temperos para carnes, cru, batido, refogado com outros alimentos.
  • Chá-verde: uma xícara de chá de 5 a 10 minutos antes das principais refeições, o chá verde tem diversas propriedades terapêuticas acelerando o metabolismo e sendo bastante utilizados também na prevenção de doenças. O composto presente na planta inibe a absorção de açúcar no sangue – ajudando a inibir a compulsão por doces e melhora também o transito intestinal.
  • Canela: 1 grama duas vezes ao dia podendo ser polvilha sobre a banana e maçã, na forma de chá, gratinada com queijo.
  • Guaraná em pó: 2 gramas, duas vezes ao dia, em pó ou cápsula, encontrada em diversas casas de produtos naturais ou loja de suplementação.
  • Outros alimentos que também tem ação termogênico são: laranja, kiwi, café preto, chá mate, hortelã, alimentos ricos em ômega-3 (salmão, sardinha, cavalinha, bacalhau), algas, soja, brócolis, água de coco, mostarda, aspargos, couve, acelga, derivados de chocolate, cominho, mostarda, cebola, alho e curry.

A atividade física já tem esse efeito termogênico, afinal, é durante os exercícios aeróbicos que a temperatura corporal alcança os graus mais elevados e a queima calórica torna-se maior, perdendo esses estoques de gordura em excesso. Mas não podemos esquecer que com uma dieta equilibrada, uma boa orientação sobre alimentação e um correto auxilio no acompanhamento do seu treino você não terá sucesso, caso esteja pulando uma das etapas, pense nisso, tudo só depende de você!

Temos algumas opções de suplementos termogênicos que podem te auxiliar:

Alexandra Campos
Nutricionista CRN 8 5728.

Licopeno: O que é e para que serve

Corpo e Suplemento - Licopeno

Licopeno é uma substância que faz parte da família dos carotenoides e é encontrado em alimentos vermelhos como a goiaba, a melancia, e principalmente e em maior concentração, nos tomates.

Essa substância é mais conhecida por ter a função de prevenir câncer de próstata, porém pode prevenir também o câncer de esôfago e estômago. Por conter princípios que ajudam a proteger contra os danos causados pelos raios ultravioletas, também previne o câncer de pele. O Licopeno pode afastar riscos de doenças cardiovasculares e por serem encontrados nos tecidos da próstata, fígado, rins, pulmões e glândulas adrenais, seu consumo pode reduzir os riscos de apresentarem doenças degenerativas.

O Licopeno tem outra função importante por ser um antioxidante, que também atua contra células cancerígenas e agem contra o envelhecimento da pele.

Os carotenoides são nutrientes que o nosso corpo não consegue sintetizar, por isso é super importante a ingestão de seus alimentos fontes. Estudos comprovaram que o tomate e seus derivados são as melhores fontes, sendo que para melhor aproveitamento, é sempre recomendado o molho de tomate natural, ou seja, quando o tomate é cozido o oferecimento e a absorção do licopeno será melhor.

Produtos relacionados: Lycopene Vitamin Life

Evelise Mantovani de Oliveira
CRN: 8014/P

Óleo de Cártamo

Óleo de Cártamo
Para perder aquela gordurinha localizada, hoje temos o famoso óleo de cártamo, um óleo retirado da semente do cártamo, que é uma planta mais encontrada em países do Hemisfério Norte.

O óleo de cártamo tem como principal uso a redução de gordura localizada, além de conter ômega 6 e 9 que são componentes importantes para a prevenção de doenças cardiovasculares pois fazem parte do colesterol bom chamado HDL.

Mas como ele funciona na redução de gordura? É simples, o óleo de cártamo vai agir sobre uma enzima chamada de LPL, e essa enzima tem como função pegar a gordura do sangue e transferir para as células adiposas que são as responsáveis pelo armazenamento da gordura e assim compõem o tecido adiposo que são as gordurinhas. Então o óleo de cártamo irá inibir esta enzima fazendo com que ela não seja absorvida pela célula e nem acumulada e assim o corpo obrigatoriamente utilizará a gordura como fonte de energia, chamado lipólise (quebra da gordura).

É super importante lembrar que com uma alimentação saudável e uma prática de atividade física regular otimizará os resultados e serão mais rápidos.

Equipe de Nutris Corpo e Suplemento

ISO Whey

A nutrição é um fator extremamente importante no desempenho e saúde de atletas e praticantes de atividades físicas. Em busca de melhores resultados, a suplementação muitas vezes é uma excelente estratégia nutricional utilizada por profissionais da área da saúde esportiva, especialmente, se o objetivo da pessoa envolver o ganho, manutenção e recuperação muscular.

De acordo com a Sociedade Internacional de Nutrição Esportiva, indivíduos praticantes de atividades físicas têm uma maior necessidade de ingestão proteica, que é justificada pela utilização de aminoácidos como fonte de energia durante o treino e, ainda, pela necessidade deste macronutriente na síntese proteica muscular (pro ganho e recuperação do músculo).

Um indivíduo adulto normal necessita de 0,8 a 1,0g de proteína por quilograma de peso, já um indivíduo fisicamente ativo varia de 1,4 a 2g de proteínas, absorvíveis, por quilograma de peso.

Neste contexto a proteína do soro do leite ( whey protein), proveniente deste alimento sendo, assim, 100% natural é altamente recomendada por conter altas concentrações de aminoácidos essenciais, especialmente os de cadeia ramificada ( BCAAs), responsáveis pelo processo de ganho e recuperação da massa muscular. Desse modo, ele é considerado um suplemento de alto valor nutricional e ainda possui rápida digestão e absorção intestinal.

É importante saber que quanto menor o intervalo entre o término do exercício e a ingestão proteica, melhor é a resposta anabólica ao exercício. Sendo assim, o whey protein é indicado, preferencialmente, após o treino de diferentes modalidades.

Alimentos de origem animal, como carne e ovos, também são grandes fontes de proteínas, porém a absorção é lenta e diminuída quando comparada a de um suplemento como o whey protein.

Dentro dessa categoria de suplementos proteicos, a whey isolada é um dos produtos mais nobres entre os praticantes de atividades físicas. Diferentemente das outras frações de whey (whey concentrada e hidrolisada) é composta apenas por proteínas, o que garante um maior aporte proteico por porção do produto. Sendo assim, possui uma maior quantidade de BCAA’s, o que propicia retardo na fadiga e aumento da capacidade de realização dos exercícios e o aumento de massa muscular.

Outro benefício, em optar pela fração isolada, está no fato de ser um produto livre de lactose, o que evita qualquer tipo de desconforto intestinal. Estudos realizados no Brasil indicam que pelo menos 70% das pessoas avaliadas tenha algum grau de intolerância a lactose. Além disso, é um produto de melhor digestão e absorção quando comparado as outras frações de whey.

É fundamental esclarecer que o whey protein não é recomendado apenas para atletas. Eles têm inúmeros benefícios à saúde de qualquer pessoa e por isto, é muito recomendado por profissionais desta área.

Outras funções pouco conhecida das pessoas, deste tipo de composto proteico, envolvem a melhora da imunidade, o controle da pressão arterial e manutenção de processos metabólicos ligados ao cálcio.

A glutamina, que é outro aminoácido presente na composição, em grande quantidade, é responsável pela rápida multiplicação das células do sistema imunológico, aumentando as defesas do organismo.

Além disso, ainda em relação a imunidade, esta proteína ajuda a inibir o crescimento de diversas bactérias, agregando grande potencial bacteriostático.

Quanto à hipertensão arterial, a whey protein contem peptídeos que inibem a ação de uma enzima responsável pela vasoconstrição, o que pode ser um excelente aliado no controle desta.

Já a grande quantidade de cálcio presente é importante não só para a manutenção dos ossos e dentes, como, também, é importante para a prevenção da osteoporose e regularização do processo de contração muscular.

Compre Whey Protein Isolada.

Jeanne Nogueira
Nutricionista da Midway Labs

Vitaminas do Complexo B e a sua Importância para o Esporte

Estas vitaminas são responsáveis pela manutenção da saúde mental e emocional do ser humano, a sua principal característica é que elas são hidrossolúveis e que suas fontes habituais são representadas por carnes, cereais, sementes, entre outros.

As vitaminas do complexo B ajudam a manter a saúde dos nervos, pele, olhos, cabelos, fígado e boca, assim como a tonicidade muscular do aparelho gastrintestinal.

Conheça algumas delas e suas funções:

Vitamina B1 (Tiamina) – Melhora a circulação e ajuda a produção de ácido clorídrico, a formação de sangue e o metabolismo de carboidratos. A tiamina é importante para o sistema energético, crescimento e capacidade de aprendizado, sendo também necessária para a tonicidade muscular normal dos intestinos, estômago e coração.

Vitamina B2 (Riboflavina) – Importante para a formação de hemácias, produção de anticorpos, respiração celular e crescimento. Alivia a fadiga ocular (vista cansada) e é importante na prevenção e tratamento da catarata. Participa do metabolismo de carboidratos, gorduras e proteínas.

Vitamina B3 (Niacina) – Fundamental para uma melhor circulação e também mantém a pele mais saudável, atua também no funcionamento do sistema nervoso, no metabolismo de carboidratos, lipídeos e proteínas e na produção de ácido clorídrico para o sistema digestivo. A niacina reduz o colesterol e melhora a circulação.

Vitamina B5 (Ácido Pantotênico) – Conhecido como a vitamina “antiestresse”, atua na produção dos hormônios supra-renais e na formação de anticorpos. A utilização de vitaminas auxilia na conversão de lipídeos, carboidratos e proteínas em energia.

Vitamina B6 (Piridoxina) – A piridoxina participa de mais funções orgânicas do que qualquer outro nutriente isolado. Muitas reações do metabolismo geral são dependentes da piridoxina. É importante tanto para a saúde física quanto a saúde mental.

Vitamina B7 (Colina) – É necessária à transmissão nervosa, regulação biliar e funcionamento do fígado. Minimiza o excesso de gordura no fígado, ajuda a produção de hormônio e é necessária ao metabolismo de lipídeos e colesterol. Sem colina o funcionamento do cérebro e memória ficam prejudicados.

Vitamina B8 (Biotina) – Auxilia no crescimento celular, produção de ácidos graxos, metabolismo de carboidratos, lipídeos e proteínas e utilização das vitaminas do complexo B. Quantidades suficientes são necessárias para a saúde dos cabelos e pele. A biotina pode evitar a queda de cabelos em alguns homens.

Vitamina B9 (Ácido Fólico) – Considerado um alimento para o cérebro, o ácido fólico é necessário à produção de energia e formação das hemácias.

Vitamina B10 (PABA – Ácido Paraminbenzóico) – Poder antioxidante ajuda a proteger contra queimaduras do sol e câncer de pele, atua como coenzima na quebra e utilização de proteína e ajuda a formação de hemácias.

Vitamina B12 (Cianocobalamina) – Auxilia na formação e longevidade das células. Essa vitamina também é necessária à digestão apropriada, absorção dos alimentos, síntese de proteínas e metabolismo de carboidratos e lipídeos.

Agora que você já sabe da importância das vitaminas do complexo B, não se esqueça de se alimentar corretamente e praticar atividade física regularmente só assim você mantém sua saúde sempre em dia.

Clique aqui e veja suplementos com vitamina B.

Mariana Buriolla
Nutricionista – CRN 5220

Benefícios da Carne Vermelha

A carne vermelha foi excluída da alimentação de muitas pessoas devido à gordura saturada e ao colesterol, realmente ela possui gordura saturada que em excesso está associada a um maior risco de doenças cardiovasculares, obesidade e até diabetes. Priorizando o tipo de corte e consumindo com moderação, ela não é prejudicial, o recomendado é consumir uma porção de carne por dia, o que pode corresponder a um bife médio ou 5 colheres (sopa) de carne moída refogada por dia.

A carne vermelha é fonte de proteína de alto valor biológico, rica em ácidos graxos essenciais, aminoácidos e possui todos os minerais importantes ao organismo como fósforo, potássio, sódio, magnésio, zinco e ferro.

O ferro desempenha um papel importante ao organismo, como suporte ao sistema imunológico. Os minerais são fundamentais para a formação de hemácias, células vermelhas do sangue, que carregam o oxigênio até as células, é essencial na prevenção da anemia principalmente em pessoas que fazem parte do grupo de risco, como crianças, gestantes e idosos. Seu diferencial fica por conta das doses de ferro-heme, uma variação do mineral facilmente absorvida pelo organismo.

Se o consumo de carne vermelha for moderado e principalmente em equilíbrio com os demais tipos de alimentos, não vai interferir para uma alimentação saudável. Na hora de escolher o tipo de carne, opte pelos cortes mais magros: filé mignon, lagarto, patinho, alcatra, maminha, coxão duro, acém, músculo, miolo de alcatra. O ideal é consumir as carnes sempre assadas, grelhadas ou refogadas e evitar as frituras. A carne tem propriedades essenciais à saúde, por isso deve fazer parte de uma alimentação balanceada.

Os produtos de origem animal apresentam todas as vitaminas lipossolúveis (A, D, E e K) e as hidrossolúveis as vitaminas do complexo B. O mérito da carne vermelha como fonte de vitaminas, é a alta concentração e disponibilidade de vitaminas do complexo B, em especial a B12. A deficiência dessa vitamina na dieta apresenta como primeiros sintomas anemia megaloblástica e mudanças no sistema nervoso (dificuldade de locomoção e expressão), que se não socorridas a tempo podem resultar em deterioração mental e paralisia. Além de conter inúmeros nutrientes e possuir um alto valor nutricional, a carne vermelha auxilia na recuperação muscular por ser composta por proteínas de alto valor biológico, ou seja, que contêm todos os aminoácidos essenciais e é uma ótima opção de alimento para os praticantes de atividade física.

Clique aqui e veja suplementos de Proteína de Alto Valor Biológico!

Vanessa Vichi Girotto
Nutricionista da Vitafor– CRN 18387

Cartilagem de Tubarão e Colágeno a combinação perfeita para a Saúde das suas Articulações

Muitas vezes ficamos fixados nos treinamentos e quando menos esperamos começamos a sentir uma dorzinha aqui outra ali, porém quando nos damos conta verificamos que as nossas articulações e os nossos tendões estão sofrendo com a carga de exercícios, foi pensando nisso que eu resolvi falar sobre alguns suplementos que podem nos auxiliar.

A Glucosamina e a Condroitina são substancias que naturalmente atua protegendo e recuperando as articulações. Para quem pratica atividade física pesada e constante podem utilizar alguns suplementos que contem naturalmente estas substancias como é o caso da Cartilagem de tubarão e o Colágeno.

A cartilagem de tubarão é fonte de glucosamina, uma substância que exerce um efeito na supressão da resposta inflamatória e reconstrói a cartilagem, já o colágeno é o componente estrutural das articulações e tendões.

A associação destes dois suplementos é ideal para prevenir e minimizar as lesões provocadas pela sobrecarga mecânica na articulação, permitindo assim uma maior liberdade de movimento e um aproveitamento maior do treino.

É sempre bom lembrar que no caso do colágeno o melhor são aqueles que apresentam em sua composição a associação de vitaminas e minerais que são fundamentais para que ocorra uma melhor absorção, fixação e também a produção.

Utilize sempre produtos registrados no Ministério da Saúde assim você não correrá o risco de “levar gato por lebre” e manterá a saúde das suas articulações em dia.

Veja os suplementos que podem auxiliar:

Shark Cartilage (120cáps) – Vitamin Life

Way Joint (90caps) – Midway

Colágeno

Mariana Buriolla
Nutricionista – CRN 5220

HORMÔNIO DO CRESCIMENTO (HGH)

Muito se houve falar sobre o hormônio do crescimento, que também é conhecido como GH  ou HGH, mas qual sua função no organismo?

O GH contém em média 191 aminoácidos, é secretado pela glândula hipófise (centro do cérebro). Estudos mostram que sua produção começa a reduzir conforme os anos passam, estima-se que após os 30 anos ele começa a reduzir 25% a cada década. Em contrapartida ao longo da vida a produção do cortisol aumenta (promove perda massa muscular).

Quais suas principais funções?

  • O GH tem ação anabólica, estimula o crescimento tecidual, fortalece a musculatura;
  • Quebra as moléculas de gordura, transformando-as em energia, auxiliando assim a manter o peso;
  • Estudos apontam que também pode ser um grande aliado a diminuição dos sinais de envelhecimento.

Uma boa noite de sono é fundamental para estimular a produção do HGH, pois,  75%  da sua produção ocorrem durante o sono profundo. A Serotonina é um neurotransmissor que tem o papel de regular o sono. Alguns alimentos ricos em triptofano (precursor) podem estar auxiliando na produção da Serotonina, são eles: leite e derivados, carnes, leguminosas e nozes. Outros nutrientes como a Vitamina C, Vitaminas do complexo B e a maior parte dos antioxidantes também auxiliam na produção do GH.

Hoje já existem no mercado os precursores hormonais, que estimulam a produção do Hormônio do Crescimento (GH), segue alguns links:

Ergogel HGH (130ml) – Nutrilatina AGE

GH Max (180tabs) – Universal

GH Pumpmax (100tabs) – Midway

É válido lembrar que é muito importante o acompanhamento de um profissional de nutrição, já que cada organismo é único!!

Bom final de semana!

Luana Lonni
Nutricionista – CRN 7314/P

FLACIDEZ, COMO EVITAR?

Esta semana conversei com vários clientes, principalmente mulheres, com queixas em comum, a tão temida flacidez.

Fazemos tanto esforço na academia em busca de um corpo perfeito, mas o resultado ás vezes não é tão satisfatório, pensando nisto nosso assunto de hoje é a flacidez, quais os alimentos e suplementos alimentares que podem ser considerados aliados na construção da pele e músculos firmes.

  • Resumindo, a flacidez é a falta de tonicidade da pele ou músculos ou ainda de ambos. Basicamente existem dois pilares principais para essa conquista, a alimentação adequada associada ao exercício físico.

O exercício físico é importante, pois, contribui no enrijecimento dos músculos. Já se sabe que exercícios de força e resistência, como: musculação, body pump, ginástica localizada, hidroginástica são boas opções para manter a pele firme e músculos fortes.

A alimentação influencia diretamente na construção muscular e na aparência da pele, entretanto, devemos fazer escolhas inteligentes, seguem algumas dicas:

 

  • A dieta deve ser equilibrada, abundante em frutas e verduras principalmente as de cor vermelha ou laranja (goiaba, tomate, cenoura, laranja, ricas em Vitamina A e C), alimentos como castanha do Pará, grãos integrais, nozes, azeite de oliva, cereais (ricos em Vitamina E, Zinco e Selênio), pois, são considerados nutrientes antioxidantes e combatem os radicais livres que colaboram para uma pele flácida.
  • Uma dieta rica em proteínas (carne, ovo, leite, iogurte desnatado, queijo branco) que tem a função de construção de massa magra.
  • Manter o corpo sempre hidratado, ingerir no mínimo dois litros de água por dia.
  • Evite alimentos que podem agravar ainda mais a flacidez, como: refrigerantes, doces, gorduras de origem animal, frituras em geral, enlatados, embutidos (ex. salsicha, linguiça, hambúrguer), alimentos salgados, industrializados (sopas prontas, caldo de carne, salgadinhos).
  • Crie hábitos saudáveis constantes, evite o efeito sanfona (ficar engordando e emagrecendo).

Seguem algumas opções de suplementação, que auxilia muito no combate a flacidez:

Colágeno & Gelatina

Juice Plus (30 sachês) – Vitafor

Body Isolate Whey (900g) – Body Nutry

Vitamina C Pura 500mg (100caps) – Sundown

Vitamina E 400UI (100caps) – Sundown

Lembre-se para exterminar a flacidez, é necessária muita disciplina e dedicação!

Lidiane Muniz Zuntini
Nutricionista – CRN 7744

CASEÍNA CONHEÇA SEUS BENEFÍCIOS

Temos hoje em dia uma variedade muito grande de suplementos, por isso vou falar sobre a CASEÍNA uma proteína de excelente qualidade e de bem lenta absorção.

É a principal proteína do leite de vaca que é formada quando o leite coalha, é uma proteína de alta qualidade e muito utilizada em suplementos e produtos para substituir a refeição.

Embora não seja tão conhecido quanto o Whey Protein, esta proteína é uma excelente fonte de aminoácido que evitam o catabolismo muscular e também na formação muscular, isso ocorre por ela ter uma alta concentração de Glutamina, além de ser fonte de outro aminoácido que estimulam liberação natural do hormônio do crescimento (hGH).

A CASEÍNA é conhecida por ter uma absorção mais lenta do que outras proteínas, isso ocorre porque ela forma uma espécie de gel no intestino, e por isso ela vai sendo liberada gradativamente e também oferece uma maior sensação de saciedade.

Utilizar Whey Protein com CASEÍNA trás vários benefícios para a recuperação e formação muscular isso ocorre porque a absorção e a biodisponibilidade de cada um deles ocorrem em momentos diferentes, o que faz com que essas fontes de proteína atuem de forma complementar, whey trabalhando a recuperação muscular e a CASEÍNA na construção. Essa combinação de proteínas é encontrada nos melhores suplementos.

Você também pode utilizar a CASEÍNA pura para complementar a sua dieta de proteína, usar ela pela manhã e/ou antes de dormir você estará nutrindo seus músculos para o processo de formação muscular, isso devido ao fato dela ser de bem lenta absorção, ou seja, seus músculos ficarão recebendo nutrientes por um período maior.

Espero que tenham gostado de conhecer uma pouco mais sobre esta proteína que cada vez mais está sendo utilizada por praticantes de atividades física, mais é sempre bom lembrar que uma dieta equilibrada e praticas de atividades físicas diárias são os primeiros passos para ter qualidade de vida e massa magra, é claro!

Se ligue nos suplementos com Caseína:

Caseínas 

Isofort Ultra – Vitafor

Iso Whey Black – Probiótica

Waxy Whey – Probiótica

RX Pro MRP  – Probiótica

Body Crea Protein  – Body Nutry

Mariana Buriolla
Nutricionista – CRN 5220